• 5 dicas para aumentar os lucros da sua oficina de motos

    Publicado por: Túlio de Mello
    05 de julho de 2017

    Gráfico verde com dinheiro e flecha apontando para cima

    Que tal aumentar os lucros da sua oficina de motos em 2017? A economia começa a dar sinais de melhora no Brasil e, portanto, é um bom momento para você investir em práticas simples, que podem melhorar os resultados do seu negócio.

    Mas não se assuste. Investir, neste caso, não significa empregar grandes quantias de dinheiro para melhorar processos, contratar funcionários e reformar o espaço. Com pequenas atitudes, até mesmo no seu dia a dia, é possível aumentar sua lucratividade.

    Veja, abaixo, 5 dicas para que sua oficina apresente resultados ainda melhores:

    1. Faça um planejamento anual para aumentar os lucros  da sua oficina de motos

    A melhor forma de você organizar o seu negócio é por meio do planejamento. Planejar não significa prever com 100% como será o seu ano, mas sim se preparar para os próximos 12 meses, estimando eventos que podem ocorrer, com base nos períodos anteriores.

    O seu planejamento pode ser feito de acordo com a sua experiência de mercado. Quais são os meses de maior e menor movimento? Que tipo de serviços são mais demandados em determinada época? Certamente você sabe como responder a essas perguntas.

    Tendo um bom planejamento, você consegue fortalecer o seu estoque de peças ao mesmo tempo em que pode alocar recursos para manter a oficina em períodos de menor movimento. O ideal é fazer o planejamento antes que o ano comece.

    2. Aprimore seu atendimento

    Vendedor entregando chave da moto para cliente

    Como está o atendimento aos seus clientes? Tanto da sua parte quanto por meio da sua equipe, é fundamental que o cliente seja bem atendido quando entra na sua oficina. Atualmente, com a concorrência do mercado, dificilmente alguém volta a uma oficina na qual não se sentiu bem recebido.

    E não adianta ser apenas educado e cortês. O bom atendimento é aquele que resolve o problema do cliente da maneira mais ágil e eficaz possível. Se for necessário, invista em um bom treinamento para a equipe.

    3. Divulgue seus serviços

    Em tempos de redes sociais, você não pode deixar que sua oficina seja esquecida. É importante montar uma página no Facebook, por exemplo, para se manter sempre em contato com seus clientes.

    Outra forma de divulgação que pode trazer bons resultados é o WhatsApp. Mas lembre-se de não criar grupos, e sim listas de transmissão – veja aqui como montar a sua lista – onde só você envia mensagens em massa para a lista de números cadastrados, não permitindo que outras pessoas do grupo interajam com mensagens que não tenham relação com o propósito do grupo.

    Atente-se também para não exagerar na quantidade de informações que envia, tanto no Facebook quanto no WhatsApp, já que isso pode resultar em um impacto negativo.

    4. Facilite as formas de pagamento

    Um dos empecilhos para o crescimento de oficinas é a dificuldade em receber pagamentos. Nem sempre quem vai em busca de conserto para a sua moto está preparado para aquele gasto. Portanto, se você flexibilizar as formas de pagamento, facilitará a vida dos clientes e atrairá mais pessoas para a sua oficina. Aceitar as principais bandeiras de cartões de crédito e débito, é essencial.

    5. Faça parcerias com empresas de entrega

    Buscar parcerias pode ser um bom caminho para conseguir mais clientes. As empresas de entrega — como restaurantes, por exemplo — costumam utilizar tanto motoboys próprios quanto terceirizados.

    Tente fazer um convênio com essas empresas, oferecendo um bom percentual de desconto para a sua frota ou da empresa terceirizada. Mesmo que você perca alguma rentabilidade por serviço, certamente terá retorno com o maior volume de clientes.

    Com essas dicas você conseguirá aumentar os lucros da sua oficina de motos! Se você ainda tem dúvidas sobre o tema, confira 5 passos para ter sucesso na sua loja de motopeças e fique fera neste assunto! Boa leitura!


    Escrito por

    Túlio de Mello

    Túlio de Mello

    Especialista em Gestão Estratégica e E-business da Riffel