• Barber Vintage Motorsports Museum: atração imperdível para quem ama motos!

    Publicado por: Jociane de Almeida
    27 de dezembro de 2017


    Se existe um lugar que pode ser considerado o paraíso para quem ama motocicletas, esse lugar é o Barber Vintage Motorsports Museum. Ele é considerado o maior museu de motocicletas do mundo pelo Guinness Records e está cheio de surpresas para os aficionados.

    No post de hoje, vamos mostrar porque esse museu é uma atração mais do que imperdível para quem curte motos e sua história. Pegue o capacete e prepare o roteiro, porque, com certeza, você vai querer conhecer esse lugar!

    A história do Barber Vintage Motorsports Museum


    Créditos: Barber Vintage Motorsports Museum

    O museu foi idealizado por George Barber, um piloto de corrida que começou sua carreira nos anos 1960 pilotando Porsches, e chegou a conseguir 63 vitórias na categoria. Junto à paixão pela velocidade, Barber também é um empresário de sucesso, o que permitiu que sua coleção começasse a ser criada ainda no final daquela década.

    As motos, no entanto, entraram para a exposição em 1988, quando o museu já havia obtido o recorde de maior e melhor museu de carros do mundo. A meta de Barber era torná-lo, então, o maior museu automobilístico do planeta e, para isso, era preciso ter também a maior coleção de motocicletas.

    O acervo já começou com exemplares raros: um trio de Hondas V-Fours, sendo uma delas conhecida como Victoria Bergmeister 1952, um dos únicos modelos ainda em existência no mundo. Desde então, o conjunto cresceu rápido e já são mais de 1.400 exemplares em exposição, muito maior do que o National Motorcycle Museum, por exemplo. E se engana quem pensa que o museu, por ser americano, conta com uma infinidade de Harleys: na verdade, são “apenas” 97 delas no museu.

    O mais legal é que, segundo o próprio museu, 99% das motos funcionam e podem trafegar normalmente. O 1% que fica de fora são justamente as motos que ainda estão em processo de restauração.

    Com abertura oficial ao público em 1995, o museu só cresceu de tamanho. São vários andares de veículos raros e totalmente restaurados em exposição. Para se ter uma ideia da grandiosidade do lugar, existe até uma pista de corrida, o Barber Motorsport Park, que abriga competições regulares e também eventos.

    A rota para o maior museu de motos do mundo

    Ele está localizado a cerca de 32 km de Birmingham, no estado americano do Alabama, na rota 20, que liga Birmingham a Riverside. A cidade conta com aeroporto e recebe voos diretos de Miami — destino comum dos brasileiros — diariamente pelas companhias American Airlines, Delta e United.

    É recomendado o aluguel de um carro para visitar o museu, já que não possui acesso por meio do transporte público.

    O horário e os preços do grande museu


    Créditos: Marc Bondarenko

    O Barber Vintage Motorsports Museum não fica aberto o ano todo, pois fecha para manutenções gerais no prédio e também no acervo. Portanto, fique ligado: de abril a setembro está aberto de segunda a sábado, das 10h às 18h, e aos domingos das 12h às 18h. Já de outubro a março, fica aberto de segunda a sábado, das 10h às 17h, e aos domingos das 12h às 17h.

    Os ingressos custam US$15 para adultos, US$10 para crianças de 4 a 12 anos e é gratuito para crianças menores de 3 anos. Recomenda-se a compra dos bilhetes antecipados no site.

    Deu vontade de conhecer, não é mesmo? Então comece a preparar o roteiro e compartilhe este post com os amigos!

     

     

     

     


    Escrito por

    Jociane de Almeida

    Jociane de Almeida

    Especialista em Marketing e Comunicação da Riffel Motowear