• Buzinas de moto Riffel: durabilidade e custo-benefício

    Publicado por: Riffel Blog
    17 de outubro de 2018


    Ninguém entende tanto do seu negócio quanto você mesmo não é? A Riffel quer adicionar ao seu campo de conhecimento algumas informações sobre o uso da buzina, dicas de como comprar, legislação e outros itens que ajudarão você revendedor a ter ainda mais referências na hora de oferecer este produto ao seu cliente. Vamos lá?

    Beep-beep!

    Todo veículo sobre rodas já vem de fábrica com uma buzina acoplada, com exceção das bicicletas, embora também sejam obrigatórias. A buzina, de maneira geral, serve para alertar outros condutores, pedestres e ciclistas com a intenção de evitar acidentes.

    Não, a buzina não serve para cumprimentar um vizinho na rua, ou obrigar o camarada da frente a andar mais rápido em meio ao trânsito caótico. Embora saibamos que buzinar no congestionamento funciona mais como uma descarga de estresse pela situação de estar preso ali, do que por realmente retirar as pessoas da frente.

    O que muita gente não sabe é que o uso indevido da buzina é passível de multa. De acordo com o artigo 41 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) o uso da buzina só é permitido com toques breves nas seguintes situações:

    • Para fazer as advertências necessárias a fim de evitar acidentes;
    • Fora das áreas urbanas, quando for conveniente advertir a um condutor que se tem o propósito de ultrapassá-lo.

    Além disso, o artigo 227 do CTB reforça a proibição da buzina nos casos abaixo:

    • Utilizada de forma prolongada e sucessivamente a qualquer pretexto (vale para manifestações também, viu?);
    • Entre as 22:00h e as 6:00h;
    • Em locais e horários proibidos pela sinalização (como próximo a hospitais, por exemplo);
    • Em desacordo com os padrões e freqüências estabelecidas pelo CONTRAN.

    Agir contra essas normas consiste em infração leve sob pena de multa em flagrante no valor de R$53,20, além de perder 3 pontos na carteira.

    Além desses itens, buzinar irregularmente pode assustar as pessoas e acabar contribuindo para a violência no trânsito.

    Como a grande maioria dos motociclistas andam no corredor e muitos carros e caminhões pesados acabam não percebendo sua aproximação, uma buzina de qualidade pode impedir que um acidente grave aconteça. Para ajudar você a indicar a melhor buzina para seu cliente, com maior custo x benefício, separamos alguns pontos importantes.

    Como funciona uma buzina?

    Quando pressionado o botão da buzina, uma bobina gera energia que movimenta uma membrana metálica e sua vibração produz o som. As buzinas podem ser feitas de duas formas, com disco ou em caracol. O volume do som pode ser regulado girando um botão no sentido horário, diminuindo a intensidade, ou anti-horário para aumentá-la.

    Diferenciais Riffel

    As buzinas Riffel são de fácil instalação e podem ser aplicadas a vários modelos de motocicletas, servindo como um complemento ao motociclista. Sua alta durabilidade impede que a buzina falhe, além de oferecer fácil regulagem do som e excelente custo-benefício.

    Na hora de escolher a buzina ideal para sua moto é importante levar em consideração o quesito segurança e durabilidade. No trânsito, não se pode correr o risco da buzina falhar no momento em que mais se precisa dela. Esse tipo de imprevisto não acontecerá se você indicar ao seu cliente buzinas testadas, certificadas pelo padrão Riffel de qualidade.

    O que pode acontecer se você indicar uma buzina de marca inferior para o seu cliente?

    A buzina errada pode queimar o sistema elétrico da motocicleta, causar falhas e perder a intensidade. Portanto, além da qualidade, é muito importante examinar a amperagem da buzina. É preciso  identificar o modelo da motocicleta e verificar sua compatibilidade elétrica, evitando assim problemas de perda de produto, trocas e reclamações.

    Além disso, a intensidade varia conforme o modelo. O som da buzina de uma Biz é totalmente diferente de uma CB 300, por exemplo.

    E aí? Se sente mais preparado para defender as buzinas Riffel para seu cliente? Esperamos que sim. Boas vendas!

     

    FONTE

    http://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/motos/saude/estudos-e-dados-estatisticos-apontam-aumento-do-numero-de-vitimas-fatais-de-acidentes-com-motos-no-transito-mas-risco-de-morte-sobre-duas-rodas-e-menor-para-motociclistas-profissionais.aspx
    https://globoplay.globo.com/v/2885748/


    Escrito por

    Riffel Blog

    Riffel Blog

    Conteúdos para sua loja, boutique ou oficina de motopeças e motociclismo!