• 4 dicas para ter uma oficina de motos de sucesso

    Publicado por: Túlio de Mello
    14 de junho de 2017

    Homem consertando moto

    Atualizado em 8 de maio de 2018.

    O número de motociclistas não para de crescer todos os dias e eles sempre precisam de uma oficina de motos por perto. Dessa forma, esse negócio se tornou algo muito atrativo.

    Segundo dados da ABRACICLO, 259,537 novas motocicletas chegaram às ruas no primeiro trimestre de 2018. Isso representa um crescimento de 12,2% em relação ao mesmo período de 2017. Tanto capitais, como cidades do interior encontraram nas motos uma forma de locomoção econômica e ágil. Isso significa uma ótima oportunidade para empreendedores do setor.

    Uma das explicações para tamanho crescimento se deve a diversos fatores. A necessidade de driblar o aumento do preço da gasolina, os engarrafamentos nas cidades e a dificuldade de estacionar em grandes centros urbanos são alguns deles. Assim como, a demanda por agilidade no dia a dia e de um meio de transporte que não custe tanto dinheiro, quanto um carro e que não necessita de manutenções caras.

    Que tal aproveitar a oportunidade e criar sua oficina de motos? Separamos quatro dicas preciosas para você ter sucesso em sua oficina de motos.

    Escolha uma boa localização para sua oficina de motos

    Mapa com marcação da oficina de motos

    Um dos fatores mais importantes para um empreendimento ter sucesso é definir sua localização estrategicamente. Portanto, o seu endereço deve ser escolhido a dedo e com muito planejamento.

    O seu estabelecimento deve estar preferencialmente em um ponto de grande tráfego de veículos e que tenha estacionamento para carros e motos. Existe uma frase em inglês no marketing que diz “No parking, no business“. Ou seja, sem lugar para estacionar, sem negócios.

    Assim, escolha um local onde: o público seja compatível com a loja, haja boa visibilidade, de fácil localização, tenha poucas casas com possíveis vizinhos, que possam reclamar do barulho, e com o valor do aluguel acessível.

    Equipamentos de qualidade

    A sua oficina de motos é uma prestadora de serviços, então, tenha em mente que para o negócio ser lucrativo e valer a pena, cada manutenção deve ser feita rapidamente para poder dar lugar a outros trabalhos. Por isso, invista em equipamentos modernos e práticos, assim como em peças que sejam de confiança e não apresentem grandes complicações na hora da instalação.

    Saiba como revender produtos Riffel na sua loja

    Funcionários qualificados

    O capital humano nem sempre é valorizado nas empresas. No entanto, se você quer fidelizar clientes e conquistar indicações, contrate colaboradores talentosos. Isso pode significar ter que oferecer remunerações superiores.

    Mas, não considere isto como um gasto e sim como investimento. Profissionais talentosos e bem pagos são mais predispostos a atender com embasamento técnico, agilidade e, claro, o sempre indispensável sorriso no rosto. Oferecer cursos profissionalizantes para eles é uma ótima solução, para que os consertos ocorram com a maior agilidade e qualidade.

    Invista no marketing do seu negócio

    É fundamental que você pense no marketing de sua loja. Afinal, as pessoas devem saber que você abriu um estabelecimento no bairro e possui soluções para motociclistas, que precisam de manutenção. Investir em marketing é a saída mais rápida para isso.

    Cada dia com pouco atendimento representa um grande prejuízo, para quem possui custos diários com mão de obra, aluguel, compromisso com fornecedores e etc. Por isso, o marketing não é mais um gasto e sim um investimento que ajudará você se manter no mercado, pagar as despesas e ser uma oficina reconhecida.

    Seguindo todas essas dicas e sendo criterioso na montagem da sua oficina, o sucesso estará praticamente garantido. Então, mãos à obra!

    O que achou deste conteúdo? Leia também sobre os erros que você deve evitar na gestão da sua oficina de motos.

    Deixe um comentário com opiniões e ideias!


    Escrito por

    Túlio de Mello

    Túlio de Mello

    Especialista em Gestão Estratégica e E-business da Riffel