• 5 passos para fazer o fluxo de caixa da sua loja de motopeças

    Publicado por: Túlio de Mello
    27 de abril de 2017


    A gestão financeira eficiente é uma das chaves do sucesso de qualquer proprietário e o fluxo de caixa da sua loja de motopeças é um dos principais itens a serem controlados neste processo.

    Ele é um instrumento que centraliza todas as movimentações da sua loja em um único controle, registrando todas as entradas e saídas de valores financeiros em um período.

    Em tempos de instabilidade econômica, cuidar bem da saúde financeira é indispensável para garantir a sobrevivência e a prosperidade do seu negócio.

    Como em qualquer outro negócio, essa ferramenta é igualmente indispensável para sua loja. Separamos abaixo alguns passos essenciais para fazer o fluxo de caixa com precisão.

    1. Tenha o registro do fluxo de caixa da sua loja de motopeças em um local padronizado

    O primeiro passo na sua gestão do fluxo de caixa é buscar e definir o local em que serão registradas todas as movimentações financeiras. Apesar das planilhas serem ótimas companheiras, sua loja pode exigir um sistema para controle financeiro mais completo.

    Você deve pensar também que sua loja vai crescer e prosperar, exigindo assim uma gestão cada vez mais profissional.

    2. Registre todas as movimentações

    Ao padronizar o ambiente de lançamento das movimentações o segundo passo é executar! A partir de agora, você deve registrar todas as movimentações financeiras que acontecerem na sua loja de motopeças, sejam entradas ou saídas de qualquer valor.

    É importante separá-las também em categorias, pois assim você saberá onde está sendo alocado cada recurso e qual sua maior fonte de receita.

    3. Verifique e valide os resultados

    Seu fluxo de caixa não deve ser somente um amontoado de informações guardadas. É importante avaliar diariamente suas movimentações e conferir, sempre que possível, os resultados com a realidade.

    Apesar de simples, esta etapa deve ajudar a prevenir “surpresas”, fazendo com que você possa prever o comportamento das suas finanças a qualquer momento.

    4. Faça um planejamento

    Com todas as suas movimentações lançadas, categorizadas e avaliadas diariamente, você já estará pronto para fazer um planejamento do seu fluxo de caixa. Nesta etapa, você pode fazer uma projeção de como estarão suas finanças em um tempo maior — um ano, por exemplo.

    Ao fazer a previsão, você pode avaliar os momentos que exigirão mais ou menos do seu capital de giro, proporcionando oportunidades de investimentos ou preparação para possíveis adversidades.

    5. Analise periodicamente seu fluxo de caixa

    É importante avaliar sempre o comportamento do seu caixa e compará-lo com o que estava previsto. Dessa forma, você poderá avaliar os tipos de despesas que estão surpreendendo suas finanças e se preparar para que não ocorram mais.

    Ao analisar seus resultados, você poderá voltar para a fase anterior e se planejar com cada vez mais precisão.

    De forma geral, um bom fluxo de caixa exige comprometimento, disciplina e muita colaboração dos responsáveis da sua loja.

    Viu como fazer o controle do fluxo de caixa da sua loja de motopeças pode ser fácil? Assine nossa newsletter para receber outras dicas e deixe sua dúvida ou opinião nos comentários.


    Escrito por

    Túlio de Mello

    Túlio de Mello

    Especialista em Gestão Estratégica e E-business da Riffel