• Relatos de um acidente de moto: obstáculos imprevistos na pista

    Publicado por: Jociane de Almeida
    21 de fevereiro de 2017

    Motociclista com jaqueta rasgada por uma linha

    As roupas de segurança para os motociclistas são fundamentais em qualquer ocasião, seja para o dia a dia ou para curtir uma viagem. Como o próprio nome diz, elas garantem a segurança em um eventual acidente de moto, protegendo o motociclista.

    Não são poucos os casos que acontecem diariamente. Mas, é possível garantir a proteção da cabeça aos pés com o uso de produtos adequados como luvas, jaqueta, calça, bota e, é claro, o capacete.

    O motociclista Eduardo Viotti, é Diretor Editorial da Revista Moto Premium, cuja função é apresentar e avaliar modelos de motos de alta cilindrada, sob a visão do consumidor. Para realizar as avaliações, com acelerações, frenagens e curvas forçadas, eles usam um circuito fechado, em que os riscos são menores e mais controláveis.

    Mesmo tendo menos riscos, Eduardo nos enviou um depoimento contando um incidente muito comum.

    Eduardo Viotti conta sobre o acidente de moto

    “Em mais de quatro anos de publicação, nunca tivemos um só caso de acidente, com ou sem vítimas, o que é um excelente recorde. Eu, pessoalmente, sou motociclista desde os anos 70 e tenho muitas cicatrizes, parafusos e placas pelo corpo. Mas, nada que me fizesse desistir da enorme energia que me proporciona o andar de motocicleta.

    Entretanto, outro dia, no tal circuito fechado que usamos, ocorreu um incidente daquele tipo que sempre acreditamos só acontecer com os outros. Um fio de empinar papagaios (pipas ou pandorgas, dependendo da região do país) atravessava a pista, tenso e esticado, repleto de cerol.

    Na verdade, tratava-se de uma daquelas abomináveis e assassinas linhas ‘chilenas’. De um lado, enrolava-se em um poste, de outro, em um arbusto. Uma armadilha perfeita!

    Estávamos com uma moto de testes, a cerca de 100 km/h, velocidade mais que ponderada para a situação (circuito fechado).

    O piloto então estanca a moto e pudemos ver o estrago que o encontro com a tal linha havia feito. Inacreditável. Em uma moto de 800 CC, a carenagem de acrílico reforçado e espesso, tinha sido cortada.

    O pisca (ou seta) foi decepado por ela, acredite se quiser. Mesmo as carenagens laterais foram serradas, como que por uma serra elétrica, tal a precisão e profundidade do corte.

    Pisca da moto quebrado por linha de pipaPisca da moto quebrado por linha

    Os estragos na moto foram o menos importantes. O sangue que escorria do pescoço do piloto nos alertou para uma possível tragédia. Mas, ele havia sido protegido por um equipamento de boa qualidade, desenhado para proporcionar segurança. Apenas um pequeno e superficial corte foi facilmente controlado e enfaixado ali mesmo.

    Jaqueta de motociclista rasgada no ombroJaqueta cinza rasgada por fio

    A jaqueta, entretanto, da marca Riffel, havia sofrido e segurado a maior parte dos danos. Seu tecido espesso de poliéster reforçado impediu a tragédia. “O ocorrido reforça enormemente a necessidade de usar equipamento adequado, e, principalmente, de boa qualidade, com materiais de primeira”.

    Como as palavras do próprio Eduardo relatam, a linha da pipa poderia ter gerado problemas muito sérios ao piloto, se ele não estivesse protegido com a nossa Jaqueta Explorer, produzida com tecido resistente e gola com regulagem.

    Mais do que acessórios, as roupas especiais são itens valiosos para sua segurança!

    Valeu pelo depoimento, Eduardo! São relatos como este que fazem a Riffel sentir ainda mais orgulho da qualidade dos produtos que fornece. 😉


    Escrito por

    Jociane de Almeida

    Jociane de Almeida

    Especialista em Marketing e Comunicação da Riffel Motowear